logo

0800 283 0494

facebookyoutubetwitterinstagran

VESTIBULAR 2021

USE SUA NOTA DO ENEM

CLIQUE E INSCREVA-SE 

historia

Com o intuito de buscar novos conhecimentos, o coordenador do curso de Medicina Veterinária do UNIFOR-MG, Prof. Me. Glauco Vinício Chave, participou do XXII Seminário Nacional de Educação em Medicina Veterinária, nos dias 16, 17 e 18 de novembro, em Brasília.

O tema deste ano foi “A avaliação e a gestão na educação brasileira”. O seminário contou com a participação de diversas autoridades da Medicina Veterinária do Brasil e do exterior, além de médicos veterinários, coordenadores de curso, professores e estudantes.

Organizado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), o evento teve como objetivo promover um alinhamento de informações e trocas de experiências entre os coordenadores de cursos e representantes de Instituições de Ensino (IEs) por meio de debates sobre as avaliações de cursos, avaliações dos docentes e a acreditação dos cursos de Medicina Veterinária no Brasil.

De acordo com a organização, o tema do evento foi escolhido após a percepção de que ainda há poucas Instituições de Ensino que utilizam a avaliação. Além disso, foram constatadas dificuldades por parte dos gestores em relação ao uso dos resultados das avaliações para melhorar a gestão das IEs.

Com base nisso, o XXII Seminário Nacional de Educação em Medicina Veterinária visou contribuir para a promoção de discussões que busquem a socialização das diferentes perspectivas de avaliação; a adoção de melhores práticas de avaliação pelos coordenadores e professores; a revisão das avaliações tendo como base a visão do aluno, do professor, do gestor e do profissional e, ainda, a realização de avaliações com ênfase na formação profissional e do acadêmico.

O presidente da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária do CFMV, Antonio Felipe Wouk, acredita que é fundamental que projetos e processos sejam avaliados continuamente para correção dos percursos e verificação de sua qualidade. “Avaliar o capital humano envolvido no curso, gestores, docentes e estudantes é imprescindível, assim como a instituição e a infraestrutura disponível”, diz.

Antonio Felipe Wouk também acredita que é preciso partir da reflexão para a ação, tanto da avaliação, quanto da acreditação. “Se, de fato, almejamos caminhar em direção de uma crescente qualidade do ensino médico veterinário no país e na América latina, temos de partir para ações bem coordenadas de avaliação de cursos de Medicina Veterinária”, enfatizou.

Mais informações sobre o congresso pelo site http://portal.cfmv.gov.br/portal/noticia/index/id/4321.

 

AVISE-ME. Receba informações sobre o Vestibular UNIFOR-MG
Autorizo receber newsletter do UNIFOR-MG.