logo

0800 283 0494

facebookyoutubetwitterinstagran

VESTIBULAR EAD

USE SUA NOTA DO ENEM

CLIQUE E INSCREVA-SE 

imag2

A Prefeitura de Guanhães, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Vigilância Sanitária, com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Polícia Militar do Meio Ambiente e Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD), em ação conjunta, enviaram galos vítimas de maus-tratos para centro de reabilitação.

Na manhã desta terça-feira, 6 de abril, os galos apreendidos na operação “Raposa no Galinheiro”, foram retirados e encaminhados ao município de Formiga, no Centro-Oeste de Minas, onde eles passarão por um projeto humanista para a restauração da saúde física e mental.

O projeto é uma parceria entre MPMG, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa da Fauna (Cedef), do Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG) e Associação Regional de Proteção Ambiental (Apra II) de Divinópolis.

Segundo o art. 25 da Lei 9.605/98, que trata de atividades lesivas ao meio ambiente, o proprietário perde a posse dos animais logo que comprovado os maus-tratos.

Os 32 galos apreendidos foram transportados através de veículo especial cedido pela SEMAD e passarão por quarentena, com triagem e, no mínimo, 90 dias de ressocialização e readaptação onde ocorrerá a replumagem e outras melhorias físicas e comportamentais.

Depois de receberem chip e anilha, poderão ser doados a proprietários rurais selecionados através de programas de agricultura familiar, cadastrados na Emater ou para aqueles que tenham interesse, desde que assinem um termo de adoção com todos os dados de identificação da ave e do adotante, bem como suas obrigações.

 

Com informações do MPMG.

Fonte: Prefeitura de Guanhães / www.guanhaes.mg.gov.br

AVISE-ME. Receba informações sobre o Vestibular UNIFOR-MG
Autorizo receber newsletter do UNIFOR-MG.